Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2012 / Maio / NOTA À IMPRENSA - Operações Vegas e Monte Carlo

NOTA À IMPRENSA - Operações Vegas e Monte Carlo

14/05/2012

A respeito das Operações Vegas e Monte Carlo, a Polícia Federal esclarece que:

1 – A Operação Vegas teve início em março de 2008 em virtude do vazamento de informações sobre a deflagração de uma operação policial e da tentativa de cooptação de um policial federal da Superintendência Regional em Goiás por membros de organização criminosa;

2 – A Polícia Federal encaminhou os autos da Operação Vegas à PGR em setembro de 2009 a partir de decisão do juiz federal de Anápolis/GO para que fosse avaliado, pelo juízo competente, o conteúdo da investigação, cujos fatos se relacionavam com pessoas que possuíam prerrogativa de função;

3 - Ocorreram três reuniões entre o delegado Raul Alexandre Marques Sousa e a Subprocuradora da República Cláudia Sampaio. As duas primeiras tiveram como objetivo a apresentação da operação policial e o encaminhamento dos autos à Subprocuradora. O último encontro se deu em outubro, quando a Subprocuradora informou não haver elementos suficientes para a instauração de investigação no STF e que opinaria pelo retorno dos autos ao juízo de primeiro grau;

4 - O delegado Raul Alexandre não pediu à Subprocuradora Cláudia Sampaio o arquivamento ou o não envio da Operação Vegas ao STF;

5 – A Operação Monte Carlo foi iniciada em novembro de 2010 a partir do requerimento de três promotores de justiça de Valparaíso/GO para apurar a exploração ilegal de jogos no entorno sul de Brasília/DF. Após o cumprimento dos mandados judiciais de prisão e busca e apreensão, o juízo da 11ª Vara Federal de Goiânia/GO determinou a remessa à Procuradoria Geral da República das informações relativas a pessoas com prerrogativa de função para análise da autoridade competente

registrado em: