Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2014 / 02 / PF deflagra Operação contra crimes previdenciários no Piauí

PF deflagra Operação contra crimes previdenciários no Piauí

03/02/2014

Teresina/PI - A Polícia Federal, em força-tarefa com o Ministério da Previdência Social e MPF, deflagrou, hoje (04/2), a Operação *Ressurreição dos Mortos, que tem o objetivo de reprimir o crime previdenciário no Piauí, praticado por uma organização criminosa.

A operação cumpriu dois mandados de prisão preventiva e dois de busca e apreensão. Os presos serão interrogados e os documentos apreendidos serão analisados por técnicos do Ministério da Previdência Social.

A força-tarefa envolveu cerca de 20 policiais federais, além dos funcionários deslocados pelo Ministério da Previdência Social, sendo resultado de uma investigação iniciada no mês de abril de 2010, objeto de denúncia formulada junto ao Departamento de Polícia Federal.

A organização criminosa formada por pessoas da mesma família falsificava documentos públicos, forjava casamentos e óbitos a fim de gerar benefícios previdenciários de pensão por morte. Outro modo de agir era “ressuscitar” uma pessoa que realmente existiu e faleceu, criando vínculos falsos e simular novo óbito para também gerar benefícios.

O prejuízo causado aos cofres da União em 35 benefícios com indícios de irregularidades, ultrapassa R$ 1 milhão. O levantamento de fraudes ainda continua, o que pode aumentar esse montante.

*O termo “Ressurreição dos Mortos” deriva de um dos modus operandi utilizado pela quadrilha, consistente na “ressurreição” de pessoas “no papel” para criar vínculos empregatícios, criar casamentos e criar novo óbito para gerar benefícios previdenciário de pensão por morte.

Comunicação Social da Polícia Federal no Piauí
Tel: (86) 2106-4937