Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2014 / 02 / PF indicia advogado que se passava por delegado para receber vantagens

PF indicia advogado que se passava por delegado para receber vantagens

09/02/2014

Jales/SP - A Polícia Federal identificou, na última sexta-feira (7), um advogado da cidade que se passava por delegado federal para empregar sua esposa em empresas do município. Em troca, ele oferecia favores da PF à empresa, prometendo inclusive, intermediar solicitações à PM da região.

Após receber denúncias anônimas no fim de janeiro, policiais federais realizaram diversas diligências e receberam informações que uma mulher, indicada por um delegado federal, faria uma entrevista em uma empresa da cidade. No dia da entrevista na empresa, policiais federais à paisana acompanharam a chegada da mulher indicada pelo falso delegado federal.

Durante a entrevista de emprego ela confirmou à gerente da empresa que já havia trabalhado na Polícia Federal em Jales e que era amiga de um delegado federal da cidade. Um dos policiais federais que estavam no local, passando-se por supervisor da empresa, também entrevistou a mulher que ao final confessou que tudo se tratava de uma mentira idealizada pelo marido, que é advogado.

O homem, de 46 anos, responderá pelos crimes de tráfico de influência e falsa identidade,  que somados podem acarretar pena de prisão de até seis anos. Ele já foi preso anteriormente por tráfico de drogas e tentativa de homicídio e atualmente responde a procedimento disciplinar na OAB regional.

Duas empresas que foram contatadas pelo falso delegado federal foram identificadas, porém, outras ainda não identificadas podem ter sido constrangidas pelo indiciado objetivando a obtenção de favores de cunho pessoal.

Comunicação Social da Delegacia da PF em Jales/SP
Tel: (17) 3621 1352