Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2014 / 06 / PF prende funcionária ligada ao Ministério da Saúde por cobrar propina

PF prende funcionária ligada ao Ministério da Saúde por cobrar propina

18/06/2014

Campo Grande/MS - A Polícia Federal prendeu em flagrante, nesta terça-feira, 17/6, funcionária ligada ao Ministério da Saúde por cobrar propina de um hospital de Campo Grande/MS. Segunda as investigações, a servidora exigia propina para o repasse de verbas públicas federais oriundas de emendas parlamentares. A compra de um acelerador para radioterapia também foi alvo cobrança, embora o hospital tivesse atendido os requisitos previstos em lei para obter os recursos e o aparelho

As ações da PF começaram em maio, quando o diretor do hospital em Campo Grande compareceu a polícia para relatar o crime. Com autorização da Justiça, policiais passaram a monitorar a funcionária, que foi presa em flagrante ao ser filmada exigindo a propina do diretor do hospital.

Na Superintendência de Polícia Federal em Campo Grande ela alegou que atuou sozinha e que não há envolvimento de outras pessoas nos crimes. A Polícia Federal prossegue com as investigações.

 

Comunicação Social  

Polícia Federal em Campo Grande