Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2014 / 11 / PF deflagra operação contra crimes previdenciários e eleitorais em MG

PF deflagra operação contra crimes previdenciários e eleitorais em MG

18/11/2014

Montes Claros/MG - A Polícia Federal deflagrou hoje (18) com o apoio do Ministério Público Federal e o Instituto Nacional do Seguro Social -INSS, a Operação Curinga, com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em crimes contra a Previdência Social.

Estão sendo cumpridos 14 mandados judiciais de busca e apreensão, 19 de condução coercitiva e seis de sequestro de bens nas cidades mineiras de Montes Claros, Monte Azul e Espinosa.

Os investigados, servidores públicos, agentes políticos e empregados do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade de Monte Azul fraudavam processos de aposentadorias rurais por tempo de serviço, os quais eram concedidos a pessoas que não preenchiam os requisitos legais e em troca exigiam e recebiam vantagens indevidas, inclusive apoio político na região.

As investigações demonstraram que as estruturas do município de Monte Azul, do sindicato e da agência do INSS em Espinosa foram utilizadas pelos investigados com a finalidade de captarem, ilicitamente, o sufrágio. Benefícios previdenciários, materiais de construção, canos, combustível e até mesmo dentaduras eram fornecidos aos eleitores, em troca de votos.

Os investigados responderão por crimes contra a administração pública, estelionato, formação de quadrilha e falsidade ideológica, dentre outros.

Em uma segunda etapa, novos inquéritos policiais serão instaurados para apurar os crimes eleitorais e os desvios de recursos públicos constatados.

Haverá entrevista coletiva hoje (18) às 10h30, na sede da Delegacia de Polícia, localizada na Rua Coração de Jesus, 500, Centro, Montes Claros/MG.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Montes Claros
Tel.: (38) 2103-3200

registrado em: