Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 10 / PF investiga comercialização de dados de sistemas da Receita Federal

PF investiga comercialização de dados de sistemas da Receita Federal

10/10/2017

Porto Alegre/RS - A Polícia Federal, em conjunto com a Corregedoria da Receita Federal do Brasil (RFB), deflagrou nesta terça-feira (10/10) a Operação Spy, que apura a comercialização de dados extraídos de sistemas internos da Receita Federal. Cerca de 60 policiais federais e 10 servidores da Receita Federal cumprem 8 mandados de prisão preventiva (3 em desfavor de servidores públicos) e 12 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

A investigação teve início em setembro de 2016, a partir de informações fornecidas pela Corregedoria da Receita Federal, que indicavam a atuação ilegal de servidores daquele órgão. Dados relacionados à atividade de comércio exterior eram extraídos de sistemas internos e repassados, mediante pagamento, por intermediários, a empresas que desempenham atividades de exportação ou importação.

As ordens judiciais foram decretadas pela 7ª Vara Federal de Porto Alegre e se destinam à obtenção de informações complementares sobre as práticas sob investigação, bem como, para a garantia da ordem pública, da ordem econômica e por conveniência da instrução criminal. Os crimes investigados são corrupção ativa e passiva, e lavagem de dinheiro.

Será realizada entrevista coletiva, às 10h, no auditório da Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul (Av. Ipiranga, nº 1365, 5º andar).

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul

imprensa.rs@dpf.gov.br | www.pf.gov.br

(51) 3235-9005/99717-3040

registrado em: