Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2017 / 10 / Polícia Federal finaliza inquérito da operação Tendão de Aquiles

Polícia Federal finaliza inquérito da operação Tendão de Aquiles

10/10/2017

São Paulo/SP - A Polícia Federal encerrou a investigação conhecida como operação Tendão de Aquiles, que investigou o uso de informações privilegiadas e manipulação de mercado pelas empresas JBS e FB Participações em transações do mercado financeiro. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) na tarde de ontem (9).

Joesley Batista e Wesley Batista, controladores do grupo J&F, do qual a JBS é a principal empresa, foram indiciados em 20/09 e estão presos a pedido da Polícia Federal desde 13/09, quando foi deflagrada a segunda etapa da operação Tendão de Aquiles.

Joesley Batista foi indiciado em 20/09 pela autoria dos crimes de manipulação de mercado e uso indevido de informação privilegiada, com abuso de poder de controle e administração, em razão do evento de venda de ações da JBS S/A pela FB Participações, controladora desta última.

Wesley Batista foi indiciado na mesma data como autor do crime de manipulação de mercado e como partícipe no crime de uso indevido de informação privilegiada praticado por seu irmão Joesley com abuso de poder de controle e administração, em relação aos eventos relativos à venda e compra de ações da JBS S/A. Ele também foi indiciado como autor no crime de uso indevido de informação privilegiada, com abuso de poder de controle e administração, em relação aos eventos relativos à compra de contratos futuros e contratos a termo de dólares.

As investigações tiveram início dentro da própria PF, quando as transações foram noticiadas. Em atuação conjunta com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a PF pôde trazer à investigação provas robustas de que a determinação das operações financeiras partiu dos irmãos Batista.

O inquérito foi entregue na tarde de ontem (9) para o MPF, que poderá apresentar denúncia, solicitar arquivamento ou reencaminhar a investigação para a realização de novas diligências.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo/SP

Tel: (11) 3538-5013