Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2018 / 10 / PF indicia educadora física por crimes eleitorais

PF indicia educadora física por crimes eleitorais

19/10/2018

Porto Alegre/RS – A Polícia Federal indiciou na sexta-feira (19/10) uma educadora física por crimes eleitorais, pela divulgação de conteúdo falso em redes sociais. No vídeo publicado, ela relata o envio de urnas eletrônicas fraudadas para o nordeste do Brasil e responsabiliza o Governo Federal por suposta fraude no atual processo eleitoral.

O inquérito foi instaurado pela PF na quinta-feira (18/10), por requisição do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. Diligências realizadas possibilitaram a identificação da autora do vídeo, que foi indiciada por divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado e caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime, previstos nos artigos 324 e 325 do Código Eleitoral, com pena de três anos de detenção.

A pena ainda pode ser aumentada em um terço, em razão da utilização de redes sociais para divulgação do conteúdo falso.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul

imprensa.rs@dpf.gov.br | www.pf.gov.br

(51) 3235-9005/99717-3040