Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / 02 / PF investiga esquema de fraudes envolvendo empresas do setor madeireiro

PF investiga esquema de fraudes envolvendo empresas do setor madeireiro

05/02/2019

Sinop/MT - A Polícia Federal, em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), deflagrou nesta terça-feira (5/2) a Operação Floresta Virtual 2, em Mato Grosso. A ação visa reprimir a atuação de empresários do setor madeireiro e engenheiros florestais que estariam fraudando os sistemas de controle e movimentação de produtos florestais (Sisflora/MT) e o Sistema-DOF.


Policiais federais dão cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão, em endereços situados em Itaúba/MT, além da busca e apreensão de 19 veículos, aviões e sequestro de bens imóveis e valores mantidos em instituições financeiras relacionados direta ou indiretamente com os responsáveis pelas condutas.


As investigações apontam que os envolvidos permitiam o “esquentamento” de produtos florestais extraídos ilegalmente de áreas especialmente protegidas, como Áreas de Preservação Permanente, Unidades de Conservação e Terras Indígenas.


A apuração policial também indica que diversas madeireiras fantasmas ou com baixo potencial produtivo foram constituídas pelos investigados em nome de interpostas pessoas (laranjas). Como consequência, possibilitava a geração e movimentação virtual fraudulenta de créditos de produtos florestais.


Conforme indicam as investigações, esses créditos seriam transferidos para empresas situadas em regiões com grande potencial madeireiro e objetivavam legalizar produtos florestais extraídos ilegalmente, burlando, assim, os órgãos de fiscalização. Desta forma, os produtos com aparência de legalidade eram inseridos no mercado consumidor.


A partir do monitoramento sistemático dos sistemas de controle florestal, foi identificado que os investigados causaram prejuízos ambientais estimados em mais de R$ 15 milhões, apenas em 2018.
Os investigados responderão por crimes diversos contra a flora, furto e receptação de madeira, lavagem de capitais e falsidade ideológica.



Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso
Contato: (65) 99284-8987
cs.srmt@dpf.gov.br | www.pf.gov.b