Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 02 > PF deflagra Operação Colheita II para combater crimes eleitorais

Notícias

PF deflagra Operação Colheita II para combater crimes eleitorais

Operação PF - Tocantins - Operação Colheita II

PF investiga grupo criminoso que usava documentos falsos para proceder com transferências de títulos eleitorais
por fatima.mfco publicado: 28/02/2019 08h14 última modificação: 28/02/2019 08h16

Palmas/TO – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (28/02) a Operação Colheita II, visando combater crimes eleitorais cometidos mediante transferência de títulos eleitorais, com a utilização de documentos falsos, no Tocantins.

Aproximadamente 30 policiais federais cumprem seis mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da 13ª Zona Eleitoral de Cristalândia- TO.

Segundo a investigação, que teve início em julho de 2018, a organização criminosa atuava na falsificação de documentos que eram usados como comprovantes de endereços, perante a Justiça Eleitoral, para a transferência fraudulenta de títulos eleitorais.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes eleitorais e associação criminosa tipificados nos artigos 290, 299, 348 e/ou 353 do Código Eleitoral e artigo 288 do Código Penal.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Tocantins

E-mail: cs.srto@dpf.gov.br

Fones: (63) 3236-5440 (63) 9 9204-3219

 

***O nome da operação “Colheita II” faz referência ao modus operandi da organização criminosa desmantelada pela Operação Colheita, desencadeada no Município de Lajeado – TO, para onde os políticos locais transferiram centenas de títulos eleitorais com base em doações de lotes e fichas de atendimento médico falsas.