Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 02 > PF investiga saques indevidos de precatórios

Notícias

PF investiga saques indevidos de precatórios

Operação PF - MG

Operação Advogado do Diabo prende dois advogados que tentavam sacar valores indevidos da CEF
por publicado: 15/02/2019 19h00 última modificação: 08/03/2019 15h00

Montes Claros/MG - A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (15/2) a Operação Advogado do Diabo, com o objetivo de investigar a atuação de advogados em atividades ilícitas envolvendo o saque indevido de precatórios na agência da Caixa Econômica Federal, na cidade de São Francisco/MG.

Dois envolvidos tentaram aplicar o golpe em um menor, em favor do qual foi liberado um precatório em valor superior a R$ 62 mil. Um deles compareceu à agência da Caixa Econômica Federal, em São Francisco/MG, na quinta-feira (14/2), munido de uma procuração pública, supostamente feita em um cartório de Luislândia/MG, que lhe dava poderes para sacar o dinheiro.

No dia seguinte (15/2), o advogado retornou à agência da CEF, para efetuar o saque dos valores financeiros indevidos, assim como a transferência de parte dos valores para outro advogado. Após a obtenção dos valores ilícitos, o advogado foi surpreendido por policiais federais, que acompanhavam as suas ações.

Os advogados foram presos em flagrante e apresentados à autoridade policial competente na Delegacia de Polícia Federal em Montes Claros/MG.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Montes Claros

Contato: (38) 2103-3200

registrado em: , ,