Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 06 > PF prende brasileira e guineense por fraude na obtenção de autorização de residência

Notícias

PF prende brasileira e guineense por fraude na obtenção de autorização de residência

Brasileira fez declaração falsa no procedimento de obtenção do documento como o objetivo de favorecer o estrangeiro
por publicado: 21/06/2019 09h25 última modificação: 21/06/2019 09h25

Fortaleza/CE - A Polícia Federal prendeu em flagrante, na última terça-feira (18/6), um homem de Guiné-Bissau e uma brasileira por declaração falsa durante os procedimentos de autorização de residência expedida pela Delegacia de Imigração – DELEMIG.

Durante a entrevista para obtenção de residência com base em casamento, a dupla declarou falsamente que mantinha casamento no Brasil. Os policiais constataram que a brasileira se casou com o guineense visando legitimar o pedido de residência do estrangeiro no Brasil, mas que nunca residiram juntos e nem eram casados de fato.

Na ocasião, policiais federais deram voz de prisão em flagrante pelo crime de falsidade ideológica, com penas de reclusão de um a cinco anos e multa.

Após o flagrante, foram encaminhados à custódia da Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Esta é a terceira prisão, nas últimas três semanas, de supostos casais que prestaram informações falsas à PF para obter visto de autorização de residência. Em 04/06, um guineense e uma cearense e no dia 11/6, um Italiano e uma piauiense também foram presos pelo mesmo delito.


Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará
Contato: (85) 33924867/4807 e 99870-062