Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 07 > Polícia Federal combate comércio ilegal de ouro no Pará

Notícias

Polícia Federal combate comércio ilegal de ouro no Pará

Operação Dilema de Midas II, com apoio do MPF, cumpre mandados de sequestro de bens em endereços ligados ao grupo criminoso, no estado de São Paulo
por publicado: 10/07/2019 13h24 última modificação: 10/07/2019 13h24

Belém/PA - A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (10/7), com o apoio do MPF, a Operação Dilema de Midas II.
Nesta ação estão sendo cumpridos seis mandados de sequestro de bens em endereços situados no Estado de São Paulo, ligados a uma instituição financeira que atua na compra de ouro no Oeste do Pará, dentre outras regiões.

Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Santarém/PA, atendendo pedido do Ministério Público Federal. O valor do sequestro é superior a R$ 16 milhões.

A primeira fase da Operação foi deflagrada em 10/05/2018, ocasião na qual foi cumprido um mandado de busca e apreensão no Posto de Compra de Ouro da empresa em Santarém/PA, e outro na residência do responsável pelo estabelecimento. Também foram bloqueados judicialmente bens dos investigados.

A ação visa reprimir o comércio de ouro clandestino, procedente da Bacia do Rio Tapajós, pois a investigação correspondente revelou que grande parte do ouro adquirido pelo PCO da instituição financeira em Santarém era de origem clandestina, sendo "esquentado" com documentação ideologicamente falsa produzida pelo estabelecimento.

O nome da Operação faz referência ao Rei Midas que, segundo a mitologia grega, ganhou o poder de transformar tudo que tocava em ouro. Tal poder acabou se tornando uma maldição, visto que o impedia até mesmo de se alimentar pois, conforme a lenda, tudo o que tocava se transformava imediatamente em ouro.

 

Comunicação Social
Telefone: (91) 3214-8029 
E-mail: cs.srpa@dpf.gov.br