Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 09 > Polícia Federal deflagra 3º fase da Operação Famintos na Paraíba

Notícias

Polícia Federal deflagra 3º fase da Operação Famintos na Paraíba

A terceira fase da Operação foca no esclarecimento de aspectos relativos à constituição fraudulenta de um dos grupos empresariais
por publicado: 26/09/2019 10h54 última modificação: 26/09/2019 10h56

Campina Grande/PB – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (26/09), em conjunto com a Controladoria-Geral da União e com o Ministério Público Federal, a Operação Famintos – Fase 3, com objetivo de combater fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, corrupção e organização criminosa.

A operação contou com a participação de 20 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de três mandados de busca e apreensão, bem como um mandado prisão preventiva e um mandado de prisão temporária, todos na cidade de Campina Grande/PB. As ordem foram expedidas pela 4ª Vara Federal de Campina Grande/PB.

Os investigados responderão, de acordo com suas condutas, pelos crimes de fraudes em licitação, superfaturamento de contratos, corrupção e organização criminosa, cuja pena, somada, poderá ultrapassar 20 anos de reclusão.

ENTENDA O CASO

A primeira fase da Operação Famintos foi deflagrada no dia 24/7/2019, tendo contado com a participação de 260 policiais federais e 16 auditores da CGU. Na ocasião, foram cumpridos 67 mandados de busca e apreensão em órgãos públicos e nas residências, escritórios e empresas dos investigados, bem como de 17 mandados de prisão.

A segunda fase da Operação, realizada em 22/8/2019, ampliou a desarticulação do núcleo empresarial da organização criminosa, responsável pela criação de “empresas de fachada”, utilizando-se de pessoas que tinham consciência de suas situações na condição de “laranjas”.

As empresas, então constituídas em nome de pessoas que não eram as reais proprietárias e administradoras, eram utilizadas pelos criminosos para fraudar as licitações, conferindo um falso caráter competitivo aos processos licitatórios.

Agora, já nesta terceira fase, as medidas decorrem da continuidade das investigações, e focam no esclarecimento de aspectos relativos à constituição fraudulenta de um dos grupos empresariais.

 

Comunicação Social da Polícia Federal na Paraíba

 Telefone: (83) 3269-9422