Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 10 > PF desarticula grupo criminoso responsável por parcelamento urbano ilegal em área da união

Notícias

PF desarticula grupo criminoso responsável por parcelamento urbano ilegal em área da união

Operação PF

Operação Colônia investiga parcelamentos realizados na Fazenda Sucupira, setor Kanegae
por publicado: 03/10/2019 15h14 última modificação: 03/10/2019 15h14

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (3/10) a Operação Colônia, para reprimir organização criminosa que atuava no parcelamento urbano ilegal em área rural da União. A Justiça Federal expediu 8 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão, além de outras dezenas de medidas cautelares contra os integrantes da organização.

Denúncias feitas pela Secretaria de Patrimônio da União - SPU/DF levaram a Polícia Federal a investigar alguns desses parcelamentos realizados na Fazenda Sucupira, setor Kanegae.

Além de cometer crimes ambientais pela criação de loteamentos irregulares em Unidades de Conservação Federal (APA do Planalto Central) sem licença ou anuência dos órgãos competentes, os integrantes da organização abriam empresas de administração e corretagem de imóveis, utilizavam-se de ‘laranjas’ e prometiam a regularização da terra. Estima-se que o grupo tenha obtido mais de R$ 3 milhões com a atividade criminosa.

Os envolvidos responderão por crime contra a administração pública, uso de documento falso, falsidade ideológica, crime ambiental e lavagem de dinheiro. Se somadas, as penas vão de 7 a 29 anos de reclusão.

Os compradores correm o risco de terem suas casas demolidas, além de responderem civil e criminalmente perante a Justiça Federal.


Comunicação Social da Polícia Federal no DF
(61) 2024-7557
cs.srdf@dpf.gov.br