Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 10 > PF prende homicida em grupo de deportados

Notícias

PF prende homicida em grupo de deportados

Ação PF

Homem havia sido condenado a seis anos de reclusão
por publicado: 26/10/2019 21h00 última modificação: 29/10/2019 10h15

Belo Horizonte/MG – No sábado (26/10), desembarcou em Belo Horizonte um voo oriundo dos Estados Unidos da América, trazendo 70 imigrantes deportados pelos Estados Unidos. Os brasileiros teriam tentado entrar ilegalmente naquele país, apresentando-se a policiais de fronteira na esperança de responder ao processo administrativo de imigração em liberdade – modalidade denominada “cai-cai”. Por vezes, os imigrantes maiores de idade teriam se valido de crianças e adolescentes (ou mesmo de maiores se passando por menores) para facilitar a entrada e permanência em território norte americano.

No voo fretado pela agência federal norte-americana responsável por imigração e alfândega, a U.S. Immigration and Customs Enforcement – ICE –, um policial da agência e 20 seguranças contratados garantiram a segurança da viagem, que também contou com a supervisão de uma enfermeira.

Dentre os deportados, retornou ao Brasil um homem, de 48 anos, que figurava na lista de Difusão Vermelha da Interpol. Ele foi preso pela Polícia Federal assim que desembarcou no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins/MG. Tendo praticado homicídio qualificado, em novembro de 2000, em Governador Valadares/MG, o preso foi condenado a seis anos de reclusão pela 3ª Vara Criminal daquela cidade. Após a sentença, o criminoso fugiu para os Estados Unidos, onde recentemente teria tentado matar um casal de brasileiros, na Flórida.

Em relação aos demais deportados, a Polícia Federal tomará o depoimento de cada um, em mais uma fase das investigações sobre o esquema de imigração ilegal.

 


Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais
cs.srmg@dpf.gov.br | www.pf.gov.br
Contato: (31) 3330-5270