Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 10 > Polícia Federal resgata quatro adolescentes em situação de exploração sexual e trabalho escravo

Notícias

Polícia Federal resgata quatro adolescentes em situação de exploração sexual e trabalho escravo

Ação conjunta da PF, Ministério Público do Trabalho, Gerência Executiva do Trabalho e Secretaria de Justiça e Cidadania reprimiu o tráfico de pessoas para fins de exploração sexual e trabalho escravo
por publicado: 03/10/2019 19h38 última modificação: 03/10/2019 19h38

Campinas/SP – A Polícia Federal libertou, na tarde de hoje 03/10, atuando em conjunto com o Ministério Público do Trabalho, a Gerência Regional do Trabalho em Campinas e a Secretaria de Justiça e Cidadania (Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, Trabalho Escravo e Exploração Sexual), quatro menores, sendo três adolescentes do sexo feminino e um do sexo masculino.

As menores eram mantidas em condições análogas a de escravo para fins de exploração sexual.

A partir de uma informação recebida pela Núcleo de Inteligência da Polícia Federal e confirmação da existência do local mencionado, os dados foram repassados ao Ministério Público do Trabalho que acionou a rede de proteção junto à Secretaria de Justiça para resgate dos menores.

Ao chegarem ao local, foram constatadas as informações e a prática de tráfico de pessoas, já que uma das menores foi trazida de Manaus, Amazonas.

A pessoa que mantém o lugar foi presa em flagrante e responderá pelos crimes de redução a condição análoga à de escravo e trafico de pessoas, cujas penas podem ultrapassar 16 anos de prisão.

 

Comunicação Social

Delegacia de Polícia Federal em Campinas
Telefone (19) 3345-2260