Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2019 > 12 > PF deflagra Operação Stagazer no Amapá

Notícias

PF deflagra Operação Stagazer no Amapá

Operação PF

A investigação apura fraudes na obtenção de benefícios indevidos de seguro-defeso junto ao INSS
por publicado: 18/12/2019 20h00 última modificação: 19/12/2019 13h27

Macapá/AP - A Polícia Federal deflagrou, na manhã de quinta-feira (18/12), a Operação Stargazer, com objetivo de cumprir cinco mandados de busca e apreensão na sede da Colônia de Pescadores de Santana (COPESA), da Associação dos Pescadores Artesanais de Santana (APESCART), e nas residências de pessoas envolvidas em torno dos fatos apurados.

A investigação iniciada em 2016, apura fraudes em documentos para obtenção de benefícios indevidos de seguro-defeso junto ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal do Amapá e decorreram de um esforço conjunto entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, após detectarem que o líder da ORCRIM aparelhou as instituições de pescadores artesanais de Santana/AP, inclusive com familiares, com o fim de promover a inscrição fraudulenta de beneficiários que não fazem jus ao seguro-defeso.

Os investigados poderão responder, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes de estelionato previdenciário e organização criminosa, e, se condenados, poderão cumprir pena de até 14 anos de reclusão.

* Stargazer é um peixe que permanece enterrado sob a areia ou lama para atacar de surpresa suas presas, como outros peixes, caranguejos etc. Conforme se afere no inquérito, o ardil utilizado pelo Stagazer se assemelha à atuação da Orcrim ora investigada, uma vez que essa camufla a verdade junto ao INSS, por meio de informações falsas e elaboração de documentos fraudulentos, a fim de dar aparência lícita a requerimentos de beneficiários que sabidamente não fazem jus ao seguro-defeso.

 Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

cs.srap@dpf.gov.br | www.pf.gov.br (96) 3213-7602/7500