Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2020 > 05 - Notícias de Maio de 2020 > PF desarticula organização criminosa de tráfico internacional de drogas

Notícias

PF desarticula organização criminosa de tráfico internacional de drogas

Operação PF

Operação Alias cumpre 10 ordens judiciais nos estados de RO, CE e PA.
por publicado: 19/05/2020 10h27 última modificação: 19/05/2020 10h27

Porto Velho/RO - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (19/5) a denominada OPERAÇÃO ALIAS, com o objetivo de desarticular organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas.

Estão sendo cumpridos seis mandados de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão, todos exarados pela 3ª Vara Federal da Seção Judiciária em Rondônia. Os mandados de prisão e busca foram expedidos para cumprimento nas cidades de Porto Velho/RO, Guajará-Mirim/RO, Caucáia/CE e Ananindeua/PA. Um dos investigados encontra-se foragido no Peru.

As investigações foram iniciadas em outubro de 2017 com a finalidade de identificar a participação dos integrantes da organização criminosa sediada na região de Guajará-Mirim/RO, com cadeia de comando devidamente dividida e estruturada, voltada a prática do tráfico de drogas oriundas da Bolívia / Peru e remessa a outros Estados da Federação.

Durante as investigações da Operação Alias, constatou-se que os integrantes do grupo criminoso atuavam recebendo drogas de fornecedores bolivianos e peruanos e transportavam o entorpecente para os centros consumidores, escondido em caminhões e automóveis.

Diante dos fatos apurados, foi possível frustrar quatro remessas de cloridrato de cocaína da ORCRIM, totalizando cerca de 150 kg de substâncias ilícitas apreendidas, em flagrantes realizados em Vilhena/RO (100 kg), Santa Maria do Pará/PA (10 kg) e duas apreensões na capital Porto Velho/RO (6 kg e 30 kg).

Os presos, após serem ouvidos nas sedes da Polícia Federal, serão encaminhados para presídios estaduais e responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

O nome da Operação faz referência a palavra inglesa “ALIAS”, relativa a “pseudônimo”, em razão da falsidade ideológica praticada por vários dos alvos, inclusive o principal líder teria utilizado vários documentos falsos para despistar a atuação policial.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/RO
Contato (69) 3216-6242