Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2020 > 05 - Notícias de Maio de 2020 > PF, em ação integrada, prende integrante de facção criminosa em Roraima

Notícias

PF, em ação integrada, prende integrante de facção criminosa em Roraima

Ação PF

Suspeito seria responsável por possíveis atos de execução de membros da segurança pública no Estado
por publicado: 16/05/2020 18h00 última modificação: 17/05/2020 18h38

Boa Vista/RR - A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Roraima - FICCO, coordenada pela Polícia Federal e integrada pelas polícias Civil e Militar e pelas secretarias da Justiça e Cidadania e da Segurança Pública de Roraima, prendeu, com apoio do CHOQUE da PM/RR, um suspeito de participar de organização criminosa e de ser o responsável por possíveis atos de execução de membros da segurança pública em Roraima.

Após confronto em ação conjunta da FICCO/RR, Divisão de inteligência e Captura da Secretaria de Segurança Pública de Roraima e do Choque da PM/RR que resultou na morte de um suspeito em 28/4/2020, lideranças de uma facção criminosa em Roraima teriam determinado a execução de membros das forças de Segurança Pública no estado.

Investigações da Força Integrada conseguiram identificar o suspeito que seria o responsável pelo cumprimento dessa determinação, a mando da organização criminosa, inclusive o seu apelido utilizado pela facção e sua data de entrada no grupo.

O homem foi preso na manhã de sábado (16/5) no local onde estava residindo. Ele possuía um mandado de prisão em aberto relacionado ao assassinato de uma jovem de 18 anos em outubro do ano passado em um “tribunal do crime”, em Roraima. Ele ainda tem passagens por vários outros crimes, como roubo com arma de fogo e tráfico de drogas.

O suspeito confessou aos policiais que integra a organização criminosa e que é o atual responsável, no estado, pela função de manter disciplina dos demais membros. Em interrogatório, o suspeito se queixou da fragilização da organização criminosa em Roraima após a Intervenção Federal no sistema prisional de Roraima, que teria dificultado o comando de dentro do sistema.

Além do cumprimento do mandado de prisão em aberto, o homem foi preso integrar organização criminosa, cuja pena pode ultrapassar 12 anos, e encaminhado ao sistema prisional, onde permaneceu à disposição da Justiça.

 

Comunicação da Polícia Federal em Roraima

cs.srrr@pf.gov.br

Contato: 95 3621-1500