Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2020 > 06 - Notícias de junho de 2020 > PF combate divulgação de pornografia infantil pela internet

Notícias

PF combate divulgação de pornografia infantil pela internet

Operação PF

Operação Jizô V prende três homens em flagrante por armazenamento de material com conteúdo pornográfico infantil
por publicado: 16/06/2020 13h07 última modificação: 16/06/2020 13h07

Porto Alegre/RS - A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/6) a quinta fase da Operação Jizô, para reprimir crimes de divulgação de pornografia infantil pela internet e o abuso sexual de crianças e adolescentes. A ação tem o acompanhamento do Centro de Referência em Atendimento Infantil (CRAI), instituição mantida pelo Instituto-Geral de Perícias, pela Secretaria de Segurança Pública e pela Prefeitura de Porto Alegre para atendimento a crianças vítimas de violência.

Na ação, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão nos municípios de Porto Alegre (1), Canoas (3), Cachoeirinha (1) e Viamão (1). Três homens foram presos em flagrante por armazenamento de material com conteúdo pornográfico infantil. Um deles, em Viamão, também foi preso pela produção de imagens com conteúdo pornográfico infantil. Também se identificou, através de entrevista nos locais de busca por profissionais do CRAI, o possível abuso sexual de três menores. Nas buscas, foram apreendidos celulares e computadores que serão periciados no prosseguimento das investigações.

A Operação Jizô V tem por base cinco inquéritos instaurados pela Polícia Federal com base em denúncias e informações recebidas de organismos internacionais pela Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (URCOP/PF), em Brasília.

O acompanhamento de profissionais especializados de centros de Referência em Atendimento Infantil (CRAIS) em cumprimento de mandados de busca em investigações de combate à pornografia infantil foi uma inovação implementada pela Operação Jizô V, no âmbito da Polícia Federal em todo o Brasil. A iniciativa potencializa a identificação de possíveis vítimas de abuso sexual infantil, o resgate e o acolhimento pelo Estado.

O nome da Operação: Jizô ou Jizou é uma divindade budista referida como guardiã das crianças. A primeira fase da Operação foi deflagrada em 26 de abril de 2016.


Resumo das ações:

CANOAS 01: um mandado de busca e apreensão com flagrante por armazenamento de material de pornografia infanto-juvenil.
Preso: Sexo masculino, 29 anos.

CANOAS 02: dois mandados de busca e apreensão com resgate de uma possível vítima de abuso sexual infantil, hoje maior de idade.
Investigado: Sexo masculino, 45 anos, já responde a inquérito por compartilhamento de material de pornografia infanto-juvenil em grupos de aplicativos de mensagem nacionais e internacionais.

VIAMÃO: um mandado de busca e apreensão com flagrante por armazenamento e produção de material de pornografia infanto-juvenil. Resgate de uma possível vítima de abuso sexual e possibilidade de outra vítima.
Preso: Sexo masculino, 43 anos.

PORTO ALEGRE: um mandado de busca e apreensão com prisão em flagrante por armazenamento de material de pornografia infanto-juvenil.
Preso: Sexo masculino, 34 anos.

CACHOEIRINHA: não houve apreensão de material. As investigações prosseguem.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul
_imprensa.rs@dpf.gov.br | www.pf.gov.br
(51) 3235-9000/99717-3040