Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2020 > 06 - Notícias de junho de 2020 > PF deflagra Operação Caixa de Música para investigar remessa de drogas pelos Correios

Notícias

PF deflagra Operação Caixa de Música para investigar remessa de drogas pelos Correios

Operação PF

PF prende em flagrante uma pessoa que recebeu uma encomenda postal com drogas em seu interior
publicado: 03/06/2020 17h00 última modificação: 03/06/2020 17h00

Vila Velha/ES – A Polícia Federal nesta manhã (3/6) a operação policial Caixa de Música, com o objetivo de reprimir a remessa de drogas pelos Correios. A operação contou com a participação de seis policiais federais, que deram cumprimento a um mandado de busca e apreensão, no endereço do investigado no município de Vitória/ES. Com ele, foi encontrada uma encomenda postal contendo uma caixa de som automotiva, postada em Foz do Iguaçu/PR, na qual continha em seu interior aproximadamente 1 kg de haxixe. O destinatário da droga foi preso em flagrante e encaminhado ao Sistema Penitenciário Estadual.

 ENTENDA O CASO

A diligência foi decorrente de notícia crime repassada pela área de segurança do Correios, que detectou encomenda postal contendo possíveis ilícitos em seu interior e com destinatário no município da Vitória/ES.

Após confirmação do endereço, a unidade especializada em repressão a drogas pediu em juízo a busca e apreensão e aguardou a entrega. Após a entrega se concretizar, deu cumprimento ao mandado de busca e efetuou em seguida a prisão em flagrante, quando restou confirmada a existência das drogas no interior de encomenda postal, as quais foram apreendidas.

 CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão pelo crime de tráfico interestadual de drogas, cuja pena varia entre 5 a 15 anos de reclusão, aumentada de um sexto a dois terços.

Art. 33. Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar:

Pena - reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e pagamento de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) dias-multa.

Art. 40. As penas previstas nos arts. 33 a 37 desta Lei são aumentadas de um sexto a dois terços, se:

(...)

V - caracterizado o tráfico entre Estados da Federação ou entre estes e o Distrito Federal.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Contato: (27) 3041-8051/8029