Você está aqui: Página Inicial > Imprensa > Notícias > 2020 > 07 - Notícias de julho de 2020 > PF investiga organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas no Amazonas

Notícias

PF investiga organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de drogas no Amazonas

Operação PF

Operação Schelde visa a esclarecer fatos relacionados à utilização de empresas de fachada sediadas no Amazonas para a remessa de drogas para a Europa
publicado: 07/07/2020 09h18 última modificação: 07/07/2020 09h18
Arquivo PF

Arquivo PF

Manaus/AM - A Polícia Federal (PF)  deflagrou, na manhã desta terça-feira (7/7), a Operação Schelde, para dar prosseguimento à fase ostensiva de Inquérito Policial, por meio do qual são investigados fatos relacionados a possíveis práticas de crimes, como pertencimento a organização criminosa, tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e uso de documentos ideologicamente falsos.

A Justiça Federal da Seção Judiciária do Amazonas deferiu parcialmente representação da Polícia Federal e expediu 7 mandados de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 1 de prisão preventiva, os quais são cumpridos nas cidades de Manaus e Tabatinga, Estado do Amazonas, nessa etapa da investigação criminal.

O Inquérito Policial foi instaurado pela PF após tomar conhecimento da apreensão, no Porto de Antuérpia, na Bélgica, de 250 kg de cocaína, que estavam sendo transportados, ocultados em vigas de madeira, com destino à Holanda.

Durante a investigação a PF identificou uma possível organização criminosa dedicada à logística do tráfico internacional de drogas. Para isso, os envolvidos se utilizam de empresas “de fachada” para, em meio a produtos aparentemente lícitos destinados à exportação, transportar drogas desde os países produtores vizinhos, passando pelo Amazonas e outros estados brasileiros, até a Europa.

Ademais, suspeita-se da utilização de nomes falsos por parte de alguns dos indivíduos pertencentes à organização criminosa transnacional, na tentativa de se esquivar da aplicação da lei penal.

 Os indiciados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes supramencionados, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 30 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amazonas

Contato: (92) 3655-1548
E-mail: cs.sram@dpf.gov.br

 

*** O nome da operação é uma referência ao Rio Schelde, à margem do qual se situa o Porto da Antuérpia, na Bélgica, local da apreensão de drogas que ensejou o início dessa investigação