Você está aqui: Página Inicial > Serviços PF > Armas > Normativos > Ministério da Justiça reajusta indenização da Campanha do Desarmamento

Ministério da Justiça reajusta indenização da Campanha do Desarmamento

Desde de o último dia 23 de novembro, os cidadãos que aderirem à Campanha Nacional de Desarmamento vão receber novos valores de indenização. O Ministério da Justiça publicou portaria no Diário Oficial da União que reajusta os valores em até 100%. Quem entregar, voluntariamente, sua arma de fogo para destruição receberá de R$150 a R$450 de acordo com o tipo e calibre do armamento. Antes, os valores variavam de R$100 a R$300.

Os novos reajustes foram necessários para incentivar mais pessoas a entregarem suas armas. Há oito anos, desde que foi instituída a primeira Campanha do Desarmamento, a indenização é a mesma. Para a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, mais importante que o valor pago pelo governo é o ato do cidadão. “Simbolicamente, ao abrir mão de possuir uma arma, a sociedade também abdica da violência por uma cultura de paz”, analisa.

Desde 2004, já foram entregues mais de 600 mil armas de fogo. Somente este ano, o número ultrapassa 63 mil armas. Foram pagos em indenização mais de cinco milhões de reais.

No domingo (09/12), entrou no ar nova Campanha do Desarmamento, com foco nas famílias brasileiras. Com isso, o Ministério da Justiça pretende recrudescer um movimento nacional que vem dado certo no país. O Brasil, inclusive, recebeu o Prêmio Unesco na categoria Direitos Humanos e Cultura da Paz, por se tratar de uma das melhores estratégias de promoção da paz já desenvolvidas na história do Brasil.

Acesse: http://www.entreguesuaarma.gov.br